9 9206 3672
NOTÍCIAS
23.06.2020 - 15h12
Languiru testa 100% dos funcionários ativos nos frigoríficos de aves e de suínos

Cooperativa investiu R$ 224 mil na primeira etapa de testagem e segue com acompanhamento e medidas preventivas

A Cooperativa Languiru realizou a testagem de todos os funcionários ativos no Frigorífico de Aves, em Westfália, e no Frigorífico de Suínos, em Poço das Antas. A medida atende ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público do Trabalho. A iniciativa buscou identificar casos positivos que estivessem em atividade, mesmo que estando assintomáticos, uma vez que a cooperativa afastou imediatamente todos os funcionários que pudessem ter sintomas e/ou contato com suspeitos de contaminação.

“A Languiru estruturou uma grande força tarefa interna, contratamos mais médicos, técnicos de segurança e técnicos de enfermagem para esse momento de pandemia. Muitos funcionários foram remanejados para outras funções de equipe de apoio. Também tivemos que readequar a força de trabalho dentro dos frigoríficos e até adequar mix produtivo para esse momento, um esforço muito grande das equipes”, destaca o presidente Dirceu Bayer.

Testagem

No Frigorífico de Aves foram aplicados 747 testes rápidos no período de 02 a 05 de junho. Desses, 15 foram positivos para o Covid-19, resultando no imediato afastamento desses funcionários por 14 dias; 686 estavam negativos, não passaram pelo vírus até o momento da testagem; e 46 pessoas foram identificadas como tendo passado pelo vírus, não estavam mais com a contaminação e em nenhum momento apresentaram sintomas. Esses 46 casos ainda foram encaminhados para testagem complementar (PCR) no laboratório da Univates, que auferiu a inexistência de risco de contaminação e liberou os funcionários para o trabalho.

No Frigorífico de Suínos a testagem rápida, de 29 de maio a 02 de junho, totalizou 479 funcionários. Desse universo, 73 apontaram positivo para o Covid-19 e foram imediatamente afastados por 14 dias; 293 testaram negativo (não passaram pelo vírus); 110 registraram contato com a contaminação e permaneceram assintomáticos; e três trabalhadores sem o vírus ativo e sem terem desenvolvido anticorpos ainda passaram pelo teste do laboratório da universidade de Lajeado.

Todos os resultados foram encaminhados aos órgãos competentes (municipais, estaduais e federais), que têm controle sobre essas informações e monitoram os casos de Covid-19 em todo país. Nessa primeira testagem, a Languiru investiu R$ 224 mil.

“No Frigorífico de Aves, a grande maioria dos funcionários reside em Westfália e Teutônia, com menor circulação em outras localidades, o que contribuiu para o resultado positivo no sentido de prevenção. No Frigorífico de Suínos, grande parte do quadro funcional vem de longe e de cidades que já passaram por contaminação, o que impactou no resultado”, comenta a Engenheira de Segurança do Trabalho da Languiru, Diane Sordi.

TESTE RÁPIDO

Identifica o IGM (indivíduo que está com o vírus ativo) e o IGG (pessoa que já desenvolveu anticorpos após contato com o vírus). É semelhante a um exame de glicemia, por exemplo, com coleta de pequena amostra de sangue, com resultado disponível em 20 minutos. O Sesi tem auxiliado as indústrias na aquisição desses testes.

PCR

Realizado pela Univates, utiliza esfregões (escovas) nas narinas e na garganta para coleta de material de secreção. O resultado fica disponível em aproximadamente 24 horas.

Isolamento

Todas as pessoas com IGM positivo (vírus ativo) são imediatamente afastadas pela cooperativa pelo período de 14 dias. Nos frigoríficos, os funcionários que retornam de período de afastamento ainda passam por teste de PCR, assim como os que retornam de férias ou qualquer outro tipo de atestado. Qualquer funcionário que chegue à empresa com sintoma gripal relacionado ao Covid-19 também é encaminhado para isolamento, junto com sua família, medida adotada para todas as unidades da cooperativa.

Novos testes

Semanalmente a Languiru e as Secretariais da Saúde de Poço das Antas e de Westfália, onde estão os frigoríficos, aplicarão questionário dirigido com os funcionários para identificação de possíveis sintomas relacionados ao Covid-19. Casos afirmativos ou de pessoas que tiveram contato com alguém que apresente os sintomas serão encaminhados para testagem rápida ou PCR para evitar contaminações dentro da indústria. Questionário também é aplicado pelos motoristas no transporte coletivo dos funcionários. Nesse protocolo diário, qualquer sintoma que possa ser relacionado ao Covid-19 impede o ingresso do funcionário no ônibus, o que posteriormente é informado pelo motorista na chegada à unidade industrial.

A cooperativa também solicitou que todos os prestadores de serviços que circulam nessas unidades realizassem a testagem. Em casos positivos identificados em outras unidades da cooperativa, a Languiru segue o protocolo de busca ativa, afastando o funcionário e testando as pessoas que trabalham no entorno desse profissional.

Central de Atendimento

Entre outras iniciativas, além de todos os cuidados de distanciamento, higiene, fluxo de pessoas e demais medidas preventivas, a Languiru também implantou Central de Atendimento de Covid. A cada 48 horas, todos os funcionários que estão afastados de suas atividades são contatados para saber das suas condições de saúde e cumprimento do isolamento.

“Estamos fazendo nossa parte no trabalho de prevenção e atenção especial à comunidade em geral, às famílias de associados e funcionários. A Languiru movimenta toda uma região e esse procedimento preventivo impacta diretamente na saúde pública e na economia, demonstrando nosso respeito às pessoas e a região como um todo. É uma responsabilidade muito grande que assumimos”, conclui Bayer.
Terra Bom Dia
Apresentação: Binho Nunes
2ª a 6ªfeira, 7h às 10h. Sábado, 6h às 7h