9 9223-8585
NOTÍCIAS
25.10.2014 - 09h02
Eleições 2014: Tire suas dúvidas sobre o segundo turno
Os brasileiros voltam às urnas neste domingo, 26, para eleger o presidente da República e, em alguns Estados, o governador. O voto é obrigatório para todos os brasileiros com mais de 18 anos e menos de 70. Pessoas que nasceram em outro país, mas se naturalizaram no Brasil, também são obrigadas a votar. Para quem tem entre 16 e 18 anos e mais de 70, o voto é facultativo, assim como para os analfabetos.

Quem ainda não sabe o seu local de votação, há um link no site do Tribunal Superior Eleitoral, chamado de “Consulta ao Título e Local de Votação”. Ao informar o título de eleitor ou o nome completo, data de nascimento e nome da mãe, será possível descobrir a zona eleitoral e o número da seção. Para votar é necessária a apresentação de um documento com foto. Pode ser: RG, Carteira Nacional de Habilitação ou carteira de trabalho.

Quem não comparecer para votar no domingo terá 60 dias para regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral. O eleitor que não justificar a falta está sujeito à multa. Quem deixar de votar e justificar por três votações seguidas, sendo que cada turno é considerado uma votação, tem o título de eleitor suspenso. Para regularizar, basta procurar um cartório eleitoral e quitar os débitos. Caso contrário, além de estar impedido de votar, a pessoa não pode assumir cargo público. Quem não votou no primeiro turno deve exercer seu direito de voto neste domingo e justificar a ausência até o dia 4 de dezembro.

O que é proibido no dia da Eleição:

No dia da eleição é considerado crime eleitoral qualquer tipo de campanha – seja por meio da distribuição de santinhos, bandeiraços, caminhadas ou uso de cavaletes e veículos com sons. Segundo a Juíza Eleitoral, Márcia Wrasse, esses tipos de manifestações são permitidos até às 22h de sábado.

Se as medidas não forem cumpridas, os envolvidos estão sujeitos à multa, detenção ou prestação de serviços comunitários. Somente a manifestação individual do eleitor é permitida. Ou seja, o eleitor pode usar bandeira, camiseta e adesivos do seu candidato. Não pode haver a aglomeração de pessoas, pois caracteriza propaganda eleitoral, além da boca de urna, que é esse chamado para votar em seus candidatos. Quem gosta de tirar uma selfie vai precisar se controlar no domingo de eleições. A legislação eleitoral proíbe fotografias que mostrem o voto. Por isso, antes de entrar na cabine de votação, o eleitor deve deixar celulares, câmeras fotográficas e filmadoras próximos aos responsáveis pela seção eleitoral. Não haverá revista dos eleitores no momento do voto. Quem publicar imagens da urna estará sujeito a sanções que vão até dois anos de detenção.

A fiscalização durante o domingo será de responsabilidade da Brigada Militar e do Ministério Público. A juíza Márcia Wrasse orienta que, em caso de uma pessoa ter conhecimento de qualquer crime eleitoral, deve ser feita a denúncia.

Saiba mais:

No Rio Grande do Sul, são oito milhões 327 mil 714 eleitores gaúchos que voltam às urnas no domingo. Em Venâncio Aires, o número é de 53.518 eleitores aptos, conforme dados do TRE Gaúcho.

A votação começa às 08h e termina às 17h. Quem estiver na fila às cinco vai poder votar, mesmo se chegar à urna depois desse horário.

O resultado da eleição presidencial deverá ser divulgado por volta das 20h. Isso porque o horário de verão fez aumentar a diferença para 3 horas entre o horário de Brasília e o dos estados do Acre e Amazonas.
Terra Bom Dia
Apresentação: Binho Nunes
2ª a 6ªfeira, 7h às 10h. Sábado, 6h às 7h