9 9206 3672
NOTÍCIAS
07.10.2019 - 12h11
Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa hoje
No Brasil, o número de casos cresceu 18% nos últimos 90 dias
Por Rádio Terra FM
Fonte: Assessoria de Imprensa

Foto: Leandro Osório/ Prefeitura de Venâncio Aires

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o Rio Grande do Sul já possui 13 casos confirmados de Sarampo. No Brasil, o número de casos cresceu 18% nos últimos 90 dias, chegando à 2.753 casos confirmados em 13 estados brasileiros. Conforme boletim epidemiológico da doença, entre 09 de junho a 31 de agosto de 2019, o Brasil notificou 20.292 casos, sendo 15.430 em investigação e 2.109 descartados. O levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde na última semana apontou também quatro óbitos em decorrência da doença: três mortes no Estado de São Paulo (duas crianças e 1 adulto); e uma no estado de Pernambuco (uma criança). Em nenhum dos quatro casos foi comprovada a imunização contra o sarampo.

Para tanto, a Secretaria Municipal de Saúde de Venâncio Aires soma forças contra a proliferação da doença no município e adere a partir de hoje, 7, na Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, com foco em dois grupos. O primeiro vai de 7 a 25 de outubro e irá imunizar crianças de seis meses à menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), com o dia D de Vacinação no dia 19 de outubro. Já o segundo grupo, previsto para iniciar no dia 18 de novembro e término no dia 30 do mesmo mês, será direcionado para adultos na faixa etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia. As doses serão aplicadas em todos os postos de saúde do Município que possuem sala de vacina das 7h30min às 11h e na parte da tarde das 13h15min até às 16h30min.

Conforme a responsável do Setor de Imunizações do Município, Enfermeira Carla Lili Müller, a meta para o primeiro grupo é que sejam vacinadas 657 crianças. “O objetivo desta campanha é vacina de forma seletiva contra o sarampo, ou seja, vacinar apenas quem estiver em atraso com a dose para as idades mencionadas para que o vírus não circule por aqui. A ideia é minimizar o risco de adoecimento, reduzir ou eliminar os bolsões de não vacinados entre a população Venâncio-airense, salienta.”

Febre Amarela

Em simultâneo a Campanha Nacional de Vacinação contra o Ministério da Saúde recomenda um reforço na oferta de vacinas contra a Febre Amarela para a população com faixa etária entre nove meses até os 59 anos de idade, para quem ainda não fez a vacina.

A solicitação evidencia a atenção e pede para que os pais e irmãos maiores de idade tragam seus cartões de vacinas para uma avaliação dos profissionais de saúde. Caso seja identificada a falta desta vacina, o cidadão poderá receber a dose para a Febre Amarela.

Segundo o Setor de Imunizações, durante os meses de julho e agosto foi realizado um censo com a finalidade de buscar pessoas não vacinadas no interior de Venâncio Aires. Foram visitadas 1.033 residências, 3.159 cartões de vacinas avaliados e um total de 456 pessoas sem a vacina da Febre Amarela. Durante o censo, destas 456 pessoas, 53 foram vacinadas.

“Embora saibamos que há um quantitativo maior de pessoas não vacinadas este censo retrata apenas uma parcela da população já que não temos cobertura de 100% de Agentes Comunitários de Saúde”, destaca a Enfermeira Carla Lili Müller.

Alma Gaúcha
Apresentação: Antônio Mello
Domingo, das 9h30min às 13h, e entre segunda e sexta-feira das 6h às 7h.