9 9206 3672
NOTÍCIAS
08.11.2018 - 15h10
Fernando Otto começa a projetar parceria com o Guarani
Empresário começa a trabalhar projetando a temporada 2019
Por Daniel Heck / 19.040
Fonte: Rádio Terra FM

Foto: Rui Borgmann

Fernando Otto esteve na rádio Terra para se apresentar à comunidade

O empresário Fernando Otto já está em Venâncio Aires para começar o seu trabalho em parceria com a diretoria do Guarani. Apesar de o contrato não estar assinado, o investidor já está em contato com o presidente Sérgio Batista para projetar a temporada de 2019.

Em sua passagem por Venâncio Aires, o empresário esteve na Rádio Terra FM e concedeu entrevista para a emissora e ao Jornal Folha do Mate. Fernando Otto recordou o período em que veio para a Capital do Chimarrão em décadas anteriores. Lembrando do histórico, o investidor também projetou a parceria com o Guarani. "Estamos conversando com a diretoria e apresentando a filosofia de trabalho. Queremos em até três anos recolocar o Guarani no lugar onde não deveria ter saído, de forma sólida, com os pés firmes, com concreto nos pés para não cair mais", enfatiza.

Fernando Otto explica que vem para atuar de forma transparente, para somar forças. "Eu tenho certeza que no final de 2019 teremos muitas coisas boas para relembrar. Nós vamos procurar a comunidade, com uma gestão transparente e não chegamos para tomar o lugar de ninguém, a proposta é somar forças", afirma Otto.

Sobre a Divisão de Acesso de 2019, o empresário já conversa com o presidente Sérgio Batista e demais diretores para começar o projeto do próximo ano. O primeiro passo é a comissão técnica, que deve ser liderada pelo técnico Arílson e pelo preparador físico José Lummertz. "Para estar 100% precisa estar assinado o contrato, mas estamos apalavrados. O Arílson foi um jogador fantástico, que hoje está amadurecido e que vem de trabalho excepcionais ao levar o Aimoré para a elite do Gauchão. O Zé Lummertz é um dos melhores preparadores do Rio Grande do Sul e que por pouco não esteve naquela trágica viagem da Chapecoense", afirma.

Para o plantel de jogadores, o técnico Arílson já está com uma lista para avaliação e projeta o trabalho. "Vamos ter uma espinha dorsal de jogadores experientes, mesclado com jovens atletas. Queremos pessoas que quererem vencer na vida. Eu vim para o Guarani para ganhar dinheiro, isso é negócio e pensamos no nosso projeto", afirma.
Super Tarde
Apresentação: Marioni Wendt
2ª a 6ªfeira, das 13h às 15h