9 9206 3672
NOTÍCIAS
26.11.2019 - 11h47
Policial Militar e três bandidos morrem em confronto armado em Sério
Por Ismael Stürmer
Fonte: Rádio Terra FM

Foto: Divulgação

Uma policial militar e três assaltantes morreram, na tarde desta segunda-feira, em um confronto no município de Sério, quase na divisa com Venâncio Aires. Os homens são apontados como autores do roubo de três caminhonetes Hilux, praticados em Venâncio, entre o sábado, 23, e esta segunda-feira. A brigadiana era membro do Pelotão de Operações Especiais (POE) de Santa Cruz do Sul.
Durante o dia de ontem, duas caminhonetes Hilux foram roubadas em Venâncio Aires e os condutores foram feitos reféns e depois libertados. A Brigada Militar passou a fazer buscas para capturar os bandidos.O setor de inteligência descobriu que eles estariam na cidade de Boqueirão do Leão, próximo a estrada que dá acesso a cidade de Sério, próximo à divisa com Venâncio Aires. Em dado momento, quando uma guarnição da Inteligência de Venâncio Aires deslocava pela ERS 421, se deparou com a Hilux, que era escoltada por um veículo Celta. Quando isso aconteceu, o condutor da Hilux percebeu que a viatura discreta era da polícia e realizou o retorno na estrada e voltou em direção ao centro da cidade de Sério, permanecendo no local o Celta.
Na abordagem, houve troca de tiros, restando um dos bandidos morto e o outro, de 17 anos, ferido. Cerca de 500 metros depois, os ocupantes da Hilux também entraram em confronto com a guarnição da Força Tática do Vale do Rio Pardo. A Hilux ao se deparar com a barreira acelerou realizando uma manobra drástica contra a viatura da Força Tática, vindo a atropelar a Soldado Marciele. Os indivíduos então desceram do veículo e continuaram a trocar tiros com a guarnição, que revidou e feriu mortalmente os dois meliantes. A policial foi levada ao Hospital de Sério, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A Soldado Marciele Renata dos Santos Alves tinha 28 anos, era natural de Cachoeira do Sul, não tinha filhos e ingressou nas fileiras da Brigada Militar no ano de 2012. A Policial Militar atuava no 23º Batalhão de Polícia Militar. Dos três suspeitos que foram mortos, um foi identificado como Eloir Muniz Jandrey, de 50 anos, morador de Venâncio Aires. Ele tinha passagens criminais por apropriação indébita, retenção de veículo, furto de veículo, sequestro com cárcere privado, receptação, fuga de preso, roubo de veículo, recaptura de preso, outros crimes, prisão por cumprimento de mandado e ameaça. Um dos tripulantes do Celta que sobreviveu, foi encaminhado ao Hospital de Lajeado.